Sex, 02 de fevereiro de 2018, 11:39

Lagarto recebe primeira residência em clínica médica do interior do Estado
Aulas iniciam em março


A partir de 1o de março, Sergipe passa a contar com a primeira residência em clínica médica do interior do estado. O campus Lagarto da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e o Hospital Universitário de Lagarto (HUL) iniciam as atividades da residência com 15 preceptores (espécie de tutores na área de saúde), todos professores da UFS, coordenando os 5 bolsistas da residência. O HUL já tem um curso de residência, na modalidade multiprofissional, que abrange cursos diversos de Saúde.

O gerente de Ensino e Pesquisa do HUL e professor de Medicina do campus Lagarto Fernando Every acredita que a proximidade entre o Hospital Universitário de Lagarto e o campus da UFS vai facilitar o aprendizado dos residentes e colaborar com a rede de saúde. “Nós já temos aqui no Hospital de Legarto os internos (alunos do quinto e sexto anos do curso), que já participam de atividades de assistência e cuidado aos pacientes do Hospital, sempre orientados e coordenados por um professor da UFS. Além disso, podemos contar com a estrutura e os laboratórios do campus, o que facilita bastante”, avalia.

Os residentes vão atuar em áreas como a enfermaria, com 30 leitos, e a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com 10 leitos, além das áreas amarelas e vermelhas, classificadas de acordo com a gravidade de cada paciente. A seleção dos bolsistas foi realizada em conjunto com a do Hospital Universitário de Aracaju, no último domingo (14). O requisito para inscrição foi a graduação em curso de medicina.

O Hospital Universitário de Lagarto, antes chamado de Hospital Regional, foi federalizado a partir da Lei Estadual nº 7.916, em 2014. Em dezembro de 2017, foi assinado o contrato de transferência de posse do Hospital Regional de Lagarto para a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).


Notícias UFS
Institucional
Gratidão e transparência
Em razão da natureza do cargo, reitor não apoia nenhum candidato a cargo eletivo, seja ele qual for