Qua, 10 de novembro de 2021, 16:09

Mestres da Cultura serão homenageados em Lagarto
Eles são referência em suas comunidades

Os Mestres da Cultura Popular, pessoas consideradas referências em suas comunidades e na cidade, serão homenageados pela Câmara dos Vereadores de Lagarto, por articulação do Conselho Municipal da Cultura (ComCult), através da Secretaria Municipal da Cultura, da Juventude e do Esporte( Secjesp), em parceria com a Lasmic-CT. Serão 24 homenageados, entre 40 e 99 anos- os três mais idosos vão receber a moção de aplausos da UFS.


Uma das homenageadas é Maria Terezinha Barbosa, de 79 anos. "Fiquei muito feliz com a indicação", revela. Tereza trabalha há cerca de 60 anos com pomadas, cremes e como rezadeira no povoado Campo Crioulo, uma localidade quilombola em Lagarto. O legado de Tereza será continuado pela filha, Pureza Pereira. "Eu já iniciei no ofício desde os meus 16 anos. Se Deus me mantiver com saúde, vou continuar o que ela fez todos esses anos", observa. Pureza ajuda Tereza na manutenção das atividades.

Os outros mestres que irão receber o prêmio são o zambumbeiro Zé Mural, do povoado Saco do Tigre, e Mestra Zulmira, artesã de panelas do povoado Crioulo. A articulação no campus foi realizada pela docente Rita Barcellos, do Departamento de Terapia Ocupacional, com apoio da Direção do campus,em parceria com Secjesp e ComCult.


A docente, orientadora da Liga Acadêmica de Saúde Mental Inclusão e Cidadania da População Quilombola e outras comunidades tradicionais, acredita que a homenagem aos mestres é "um resgate do patrimônio vivo de Sergipe e um reconhecimento a pessoas que dedicaram suas vidas à cultura". O professor André Barbosa lembra que para ser considerado um mestre da cultura popular, é necessário ter o reconhecimento por parte da comunidade local.


Atualizado em: Ter, 16 de novembro de 2021, 12:10
Notícias UFS
Covid-19
Nota de esclarecimento
A UFS esclarece que não está ocorrendo um surto de covid-19. Casos detectados estão sendo monitorados