Qui, 08 de junho de 2017, 14:33

Realizado I Ciclo de Palestras em Nutrição Esportiva no Campus de Lagarto
Fisiologia, metabolismo, suplementação, conduta e avaliação nutricional foram os temas apresentados

O Campus Universitário Professor Antonio Garcia Filho sediou na manhã e na tarde desta quarta-feira, 7, o I Ciclo de palestras em Nutrição Esportiva da UFS em Lagarto, no miniauditório da Biblioteca. Cerca de 75 alunos participaram do evento.

Para a coordenadora do curso de Nutrição, professora Bárbara Melo, "é um assunto bem específico. Nós não temos nenhum especialista nesta área e então, assim, é um assunto que nos módulos ainda é um pouco abordado. Mas a gente tenta sempre trazer os profissionais que estão hoje no mercado para dentro da Universidade contribuir conosco nesses Ciclos de Palestras e Simpósios". De acordo com a docente, a Nutrição Esportiva é uma área em que o profissional pode atuar em academias e em diversas modalidades esportivas, seja na preparação dos atletas ou no trabalho científico, estudando o atleta, com uma melhor prescrição nutriconal a ser abordada.

Fisiologia e metabolismo no esporte

A primeira palestra foi proferida pelo professor e preparador físico da Seleção Brasileira de Basquete, João Henrique Gomes, apresentou a "Introdução à fisiologia e ao metabolismo no esporte". Segundo o professor Joõao Henrique, "a fisiologia é a base de todo o entendimento de como as reações dentro do organismo acontecem no atleta e no praticante de atividade física para realmente associar a alimentação e a dieta nesse rendimento".

Um atleta que faz um treinamento de força ao mesmo tempo ele pratica o futebol, explicou o professor que isso tem uma ligação direta ás reações metabólicas, neuromusculares, cardiorespiratórias, nessas atividades que eles executam. "A fisiologia consegue explicar qual é a demanda energética, o gasto calórico, quais seriam os nutrientes necessários tanto pré-treino, quanto durante o treino, e especialmente após o treino como ele deveria se recuperar nas quantidades adequadas, na seleção dos alimentos adequados e dependendo do nível de rendimento, a necessidade de suplementação", disse.


Professor João Henrique Gomes apresenta noções de fisiologia e de metabolismo no esporte
Professor João Henrique Gomes apresenta noções de fisiologia e de metabolismo no esporte
Professora Renata Rebello Mendes aborda conduta nutricional e suplementação no esporte baseada em evidências
Professora Renata Rebello Mendes aborda conduta nutricional e suplementação no esporte baseada em evidências

Condução nutricional e suplementação

"É bem vinda a iniciativa por parte dos docentes, da coordenação e por parte dos alunos, porque essa é uma área de atuação que cresce muito no mundo todo e e inclusive no Brasil, mas que requer conhecimento,requer estudo e é isso que importa. A gente perceber que os alunos estão atrás dessas informações e que a gente consiga trazer mais profissionais pra essa atuação, neste campo de trabalho", afirmou a professora Renata Costa Matos da UFS, de São Cristóvão, que abordou a "Conduta nutricional e suplementação no esporte baseada em evidências científicas".

De acordo com a docente, a suplementação é um tema polêmico, pois envolve muito estudo da fisiologia, da bioquímica e o entendimento da sua aplicação no exercício. Atualmente, explicou a professora, a sociedade abusa da suplementação, por isso é muito importante conscientizar os alunos de quando isso de fato é uma estratégia a ser utilizada ou quando é usada de forma desnecessária e quais são os mecanismos pelos quais esses suplementos de fato podem auxiliar na performance de um atleta. "Dentro da Universidade, é fundamental esse espaço e que ele cresça cada vez mais para que os alunos se formem com consciência sobre se devem e se forem utilizar como vão utilizar essa estratégia de nutrição".

Encerrando a programação, o tema "Avaliação Nutricional em atletas" foi exposto por Renata Costa Matos.


Atualizado em: Qui, 08 de junho de 2017, 21:29
Notícias UFS
Avaliação
UFS é destaque no Enade 2016
Enfermagem e Nutrição (ambos de Lagarto) e Fisioterapia (Aracaju) obtiveram nota máxima; veja nota de outros cursos